Alta tecnologia está chegando cada vez mais forte aos aeroportos

Câmera nos aeroportos - Falando de turismo

SEGURANÇA NOS AEROPORTOS

 

 

Reconhecimento facial através das câmeras não são mais novidades. Os aeroportos estão entre os ambientes mais movimentados do mundo, e a tendência é que isso cresça cada vez mais. De acordo com a International Airport Service Association, a previsão é que, em 2036, o número de passageiros aéreos seja de 7.8 bilhões. Para atender a um número tão alto, os aeroportos modernizar é preciso, já que, com o aumento do fluxo, cresce também a preocupação com segurança e bem-estar dos viajantes. Alguns gestores de aviação já identificaram ferramentas poderosas para monitorar e controlar esses ambientes, utilizando imagens coletadas de câmeras espalhadas pelos terminais. 

 


E as possibilidades de tomar decisões mais rápidas e assertivas com esses dados são muitas. Com o sistema de detecção facial, é possível verificar quem são as pessoas que circulam pelo local, melhorando não só a segurança, mas também reduzindo o tempo de espera em filas de controles de imigração. Além disso, existem centenas de situações específicas que podem ser resolvidas, como por exemplo, a perda de bagagens e a localização de crianças perdidas. Com o uso de monitoramento com câmeras, IoT e ferramentas de análises, as unidades de gerenciamento de aeroportos têm mais aliados para agir em situações comuns, como atrasos, aglomerações, quedas de sistemas ou mesmo verificação de objetos suspeitos. Isso pode fazer uma grande diferença quando existem situações de emergência ou, até mesmo, em situações simples, como cancelamentos, por exemplo. 

 

Terrorista em Bruxelas


Ao mesclar dados coletados de diversas fontes (e aí não há limites – até um tweet pode ser investigado), as possibilidades aumentam ainda mais. Isso porque, as ferramentas não trabalham de forma isolada, mas são integradas em um dashboard que utiliza a inteligência artificial, fazendo correlações e cruzamento de dados que podem ser essenciais em situações críticas. Utilizando as ferramentas corretas, é possível agir preventivamente, e não apenas reagir quando o problema já aconteceu. E assim, as autoridades podem simplificar o funcionamento dos aeroportos e garantir que as pessoas tenham mais segurança e conforto em suas viagens. Portando, você que está com a ficha suja, queimado, e só coloca asneira nas redes sociais, pode nem embarcar e ser preso. 

VOAR NO BRASIL É CARO DEMAIS

Segundo estimativa do Ministério do Turismo, de dezembro do ano passado até fevereiro deste ano, seriam realizadas cerca de 75,5 milhões de viagens. Só que não! Viajar de avião ficou mais caro em 2018, segundo o cálculo da inflação oficial, IPCA, realizado pelo IBGE. O custo da passagem subiu 16,9%, segundo ano consecutivo de forte alta. Em 2017, o aumento foi de 22,3%.

 

Já viajar pelo mundo é mais barato. Triste e surreal isso

 

Por isso as crises nas aéreas que estamos vendo e por isso o brasileiro viajando mais de carro e a destinos mais perto para aproveitar os meses de verão e sair de férias. E não adianta comprar passagem antecipadamente. Na hora pode sair muito mais barata. A nossa melhor opção e “marcar um alerta” nos sites buscadores de passagens aéreas. São plataformas que juntam vários fornecedores e oferecem o melhor preço.

Mas preste atenção, alguns voos até o Norte/Nordeste do Brasil, saindo aqui do Sul, ou ao contrário, pode ter conexões absurdas e levar mais de um dia para você chegar lá ou voltar. Uma pilantragem sem limites. A falta de conectividade aérea no Brasil ainda está muito, mas muito longe do necessário, que dirá do ideal. E as companhias insistem em acreditar que o consumidor é imbecil e continua afirmando que os preços caíram com a cobrança das bagagens.

FLORIPA AIRPORT

Planejar a operação e o uso da infraestrutura aeroportuária para os pousos e decolagens em data e horário específicos. Esse é o objetivo da Conferência de Slots Florianópolis – Summer 2019, que acontece de 22 a 24 de janeiro no Visitor Center da Floripa Airport, concessionária que promove o evento. Participam do evento 43 representantes de companhias aéreas (Azul, Avianca, GOL, Latam, Aerolíneas Argentinas, Cabo Verde Airlines, TAP, além das cargueiras Modern Logistics e Atlas) e de aeroportos brasileiros. Entre os aeroportos estão os de Brasília, Confins, Galeão, Guarulhos, Natal, Porto Alegre, Salvador e Viracopos e representantes da ANAC. Durante três dias de evento os coordenadores de slots definirão a alocação de pousos e decolagens em todo país para a próxima temporada, que vai de março a outubro.

A cada seis meses a Conferência é realizada em uma cidade. Essa é a primeira vez que Florianópolis recebe a conferência. A ideia da Floripa Airport é também apresentar aos participantes o potencial de mercado e turístico de Florianópolis além das obras da construção do novo Aeroporto Internacional de Florianópolis que seguem aceleradas com previsão de inauguração no segundo semestre de 2019. Um slot aeroportuário pode ser entendido como uma vaga, obtida a partir de uma autorização dada por um coordenador para uma operação planejada de voo. Isso permite usar a infraestrutura aeroportuária necessária para os pousos e decolagens em uma data e hora específicas.

NOVA BALNEÁRIO CAMBORIÚ


Década de 70

Foi a minha praia e a de muita gente. Passávamos o verão lá desde pequenos. O hotel era em Itajaí e chamava-se Touring Hotel. A estrada até o Balneário ainda era de areia com bananeira dos dois lados. No alto se avistava um azul jamais sonhado. Hoje um mar escuro, sujo e com prédios de quase 70 andares. A areia suja e sombra demais. A ganância/exploração imobiliária acabaram com a praia e hoje Balneário Camboriú tem 80% dos pontos impróprios para banho. Será que isso um dia irá melhorar?

 

Agora a ideia é aumentar a faixa de areia. O Prefeito Fabrício Oliveira já tem garantia dos recursos pelo Banco do Brasil. E garante que a cidade ficará mais moderna e “humana” com novos empreendimentos que estão sendo instalados. Segundo ele, o alargamento será uma obra de recuperação ambiental, com reposição da areia nativa, que será reposta na praia, e o retorno da restinga que existia há mais de 50 anos. O licenciamento prévio está autorizado. Vamos lançar a licitação no final de janeiro, início de fevereiro, e com início das obras previsto para maio. Promoveremos, também, o saneamento do canal do Marambaia e outras obras de infraestrutura. Balneário Camboriú vai dar um salto.

 

 

Haverá ampliação das calçadas, construção de ciclovias, banheiros decentes, chuveiros melhores e quiosques, que possam preservar as características de Balneário Camboriú: a proximidade com a praia. Ainda segundo ele, não haverá novas pistas para veículos. Somente qualidade para os moradores e turistas, garantindo mais espaço de convivência na praia. E não se trata de uma obra urbanística. É, fundamentalmente, ambiental, porque tem-se o monitoramento da água. Balneário é hoje a cidade mais saneada de Santa Catarina. Estou levando saneamento, que nunca tivemos, nas praias agrestes.

 

 

“Teremos o molhe da Barra Norte, uma grande obra turística, já licitada, nos moldes da Barra Sul. Será outra área de lazer, associada à Roda Gigante e ao Aquário. Com o Centro de Eventos, Balneário Camboriú será atração permanente, quebrando a sazonalidade e tornando-a uma cidade fantástica. Meu foco é a gestão na prefeitura de Balneário Camboriú. Entregar à cidade o que prometi na campanha concluiu”, concluiu.  

 


MERCOSUL – FORTALECIMENTO DO TURISMO

 


O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, recebeu o presidente argentino, Mauricio Macri. No encontro, as pautas comerciais e o fortalecimento do Mercosul dominaram os discursos no Palácio do Planalto e no almoço promovido no Itamaraty. Para o Turismo, esse alinhamento com o país vizinho é importante, pois é de lá que vem o maior número de visitantes, na casa dos dois milhões anuais. “Estamos confiantes na modernização do Mercosul tanto em seu aperfeiçoamento interno como na expansão de suas relações com o mundo”, declarou o presidente Jair Bolsonaro durante o evento. Os presidentes ressaltaram a importância desta primeira visita de um representante estrangeiro ao Brasil após a posse do presidente Jair Bolsonaro, prova da prioridade que se atribuem reciprocamente os dois países.  

 

 

13º SALÃO DE TURISMO DA ABAV-MG

A próxima edição do Salão do Turismo da Associação Brasileira de Agências de Viagens de Minas Gerais (ABAV-MG) já tem data marcada. A feira será realizada dia 15 de março de 2019, das 9h às 19h, no Dayrell Hotel & Centro de Convenções.O evento é considerado o mais importante acontecimento turístico da capital mineira e reúne profissionais especializados no setor de todo o Brasil, entre eles, agentes de viagens, empresários e jornalistas. O Salão anterior, realizado em março de 2018, foi considerado o maior evento já realizado pela entidade mineira, batendo o recorde de estantes, inscrições antecipadas e público. A estimativa é que o evento de 2019, ultrapasse os números do 12º Salão do Turismo, gerando a movimentação do mercado e a projeção de novos negócios.

José Maurício de Miranda Gomes, presidente da ABAV-MG, afirma que a melhora do mercado motiva os profissionais na participação de feiras e eventos, e isso vem sendo demonstrado não apenas no Salão, mas também em todas as palestras e cursos realizados dentro da associação. “Sentimos realmente que as pessoas estão mais animadas e empolgadas com o setor e sem dúvida isso fortalece o nosso evento” ressalta. Outra característica importante, são as palestras realizadas ao decorrer da feira, são 5 ministrações que têm como objetivo, capacitar os agentes de viagens e mostrar as novidades do mercado. Caravanas do interior de Minas, organizadas pelas delegacias regionais da ABAV-MG, marcam presença de forma expressiva: Governador Valadares, Montes Claros, Juiz de Fora e Divinópolis. Faça sua inscrição aqui.

CONSELHO NACIONAL DE TURISMO

Rogerio Siqueira e o Ministro Marcelo Álvaro Antônio

 

Atual presidente do Conselho Estadual de Turismo de Santa Catarina, Rogério Siqueira, é o mais novo membro do Conselho Nacional de Turismo. Assume também, este ano, a vice-presidência do Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat), onde atuará ao lado do presidente Murilo Pascoal. Siqueira venceu em dezembro o Prêmio Nacional do Turismo 2018, do Ministério do Turismo, na categoria Iniciativa Privada.

 

PARANÁ TURISMO

 

 

Tudo indica que o governador Carlos Massa, acertou em escolher um empresário ligado ao trade turístico para a presidência da Paraná Turismo. Foi pelo menos essa a impressão de quem acompanhou a 1ª reunião da pasta, comandada por João Jacob Mehl. Claro e objetivo, Jacob Mehl convocou para conversar o Grupo G5, a maior representatividade do turismo no Estado, presidido pelo presidente da ABAV-PR – Antonio Azevedo. Compõe, ABIH-PR, comandada pelo hoteleiro Orlando Kubo; Abrasel-PR, representada pelo diretor executivo da entidade, Luciano Bartolomeu; a Fecomércio-PR, representada por Rodrigo Rosalen e o SEHA – Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação, que tem à frente da gestão o próprio Jacob Mehl. Para reorganizar a gestão do órgão, foi anunciado também durante o encontro, três campos de atuação: Governança e Sustentabilidade, Qualidade e Competitividade, Marketing e Inovação.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *