Balneário Camboriú recebe licença para alargamento da faixa de areia

Folhasdesantacatarina.com.br, Licença para aumento da faixa de areia em Balneário Camboriú

Balneário Camboriú recebe licença para alargamento da faixa de areia da Praia Central

Balneário Camboriú está a poucos passos de uma obra inédita para atrair ainda mais visitantes.  Afinal 0 fluxo de turistas chegou aos 4,2 milhões em 2017 merece pelo menos um espaço na areia.

Folhasdesantacatarina.com.br, Licença para aumento da faixa de areia em Balneário Camboriú
O governador Eduardo Pinho Moreira, Ministro do Turismo Vinicius Lummertz, e do secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Tufi Michreff Neto, prefeito Fabrício Oliveira 

O governador Eduardo Pinho Moreira, acompanhado do ministro do Turismo e do secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, entregou ao prefeito Fabrício Oliveira a Licença Ambiental Prévia para a obra de alargamento da faixa de areia da Praia Central.O  evento aconteceu na sexta-feira, 27, contou também com a presença do presidente Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), Alexandre Waltrick Rates.

 

“O turismo de Balneário Camboriú é reconhecido em todo o mundo. Agora, esta obra vai permitir a vinda de ainda mais turistas. O alargamento da faixa de areia e a conclusão do centro de eventos em breve são duas grandes conquistas que vão contribuir muito para o município e para Santa Catarina” , afirmou o governador. “Este documento será de grande importância para o desenvolvimento turístico de Balneário, um marco para uma nova fase no desenvolvimento da cidade”, definiu o secretário Michreff Neto.

Imagem Sec Turismo de Santa Catariana, Folha de Santa Catarina
Por falta de visão no passado, Alargar a faixa de areia é uma solução para o presente

Aliás, As construções sem critério e planejamento transformaram Balneário Camboriú em uma praia para quem quer curtir uma boa sombra, alargar a faixa de areia vai corrigir os erros do passado, é acima de tudo uma solução inteligente.

Valorização da Cidade

O ministro Lummertz destacou que certamente a obra vai mudar e transformar a trajetória de Balneário Camboriú. “O alargamento da faixa de areia acelera e valoriza a cidade, melhora a qualidade de vida e a balneabilidade, além de abrir perspectiva de investimentos para concessão de serviços que poderão acima de tudo ,serem interessantes e bem escolhidos, como aquários ou museus, como vimos em outras cidades marinhas ao redor do mundo. Estamos aqui diante de uma imagem do que será o futuro de SC”, destacou o ministro.

A LICENÇA

A licença emitida pelo IMA é a primeira e mais complexa das três autorizações ambientais necessárias para a execução da obra. Com reestruturação, a Praia Central terá um aumento de aproximadamente 60 metros. Atualmente, há trechos com apenas 25 metros.

Materiais

No local serão colocados 2,4 milhões de metros cúbicos de materiais trazidos de jazidas que ficam a cerca de 15 quilômetros da costa, assim sendo o tipo de componentes orgânicos existentes na faixa de areia será mantido.

Revitalização da Orla

A proposta da obra da Praia Central inclui, além do alargamento, a revitalização da orla com a implantação de calçadão, área de estacionamento, ciclovia e pista de corrida, rampas de acesso à praia, recomposição vegetal e construção de núcleos para comércio e serviços.

A previsão para conclusão da obra é de dois anos, mas pode ser concluída antes do prazo.

Desta forma, a prefeitura de Balneário Camboriú deve conseguir minimizar problemas atuais como o sombreamento na praia devido aos prédios, os entraves da mobilidade urbana e o reduzido espaço ao longo da orla.

Além disso,o prefeito destacou que o ato é um marco histórico para Balneário Camboriú e para Santa Catarina. Finalmente agora vamos iniciar a montagem do processo licitatório.

Com a ampliação da faixa de areia, novos equipamentos serão disponibilizados na orla da Praia da Central, um dos principais cartões-postais da nossa cidade. Essa é uma obra de simples execução, porque serão cerca de seis a oito meses para colocar a areia.”

O presidente do IMA destacou que não foi um licenciamento fácil, afinal levou dois anos para ser concluído. “Nós tivemos que estudar todo o processo, mandamos técnicos para o Nordeste, onde uma obra semelhante já foi realizada.A propósito, esta licença é um marco divisor no licenciamento ambiental de Santa Catarina e certamente muitos outros empreendimentos como este virão”, ressaltou.

INVESTIMENTOS

O ministro, garantiu que Balneário será uma das primeiras cidades beneficiadas com a nova linha de crédito do Prodetur + Turismo.

Recursos para Balneário

Como anova linha de crédito do Prodetur + Turismo, que será lançada em quatro meses, os trabalhos deverão demorar para iniciar.

Logo após a liberação, cerca de R$ 100 milhões deverão ser concedidos para o projeto da Praia Central.

Além disso ,16,6 milhões para a conclusão do Centro de Eventos são R$ 16,6 milhões

Leia Também

Ministério do Turismo Disponibiliza 5 Bilhões para Programa de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo

Troca de Experiências no Turismo Entre Treze Tílias e Pomerode no Vale do Contestado

Fonte: Secretaria de Estado de Comunicação – Secom

Imagens Santur-Sec.Turismo de BC

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5 thoughts on “Balneário Camboriú recebe licença para alargamento da faixa de areia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *