Tecnologia na Hotelaria e oportunidades na área de TI

jobland RD Summit - tecnologia na hotelaria

Procurando vagas em tecnologia? O sucesso do passado não garante o sucesso no futuro. Ou você se capacita para a Nova Economia ou estará fora do jogo. Sacou? Então fique ligado nos próximos eventos de tecnologia que irão acontecer, as novidades para sua empresa e dicas para empreender com sucesso desta semana.

Jobland: Para quem busca um emprego na área de tecnologia

Maior evento de marketing e vendas da América Latina, o RD Summit 2019, além de reunir grandes nomes do cenário mundial em Florianópolis (SC) nos dias 6, 7 e 8 de novembro apresenta também um espaço para oportunidades de trabalho. A Jobland by Vagas.com tem como objetivo testar conhecimentos e oferecer empregos.

Mais de 125 vagas em tecnologia

A Jobland contará com diversos espaços para a melhor experiência dos participantes.  No Village, a Vagas.com reuniu dez startups e empresas inovadoras para compartilhar suas oportunidades de trabalho, com ao menos 125 vagas oferecidas. Já no Espaço Talks ocorrerão conversas com aquelas startups desejadas por profissionais de todo país. Haverá também o Career Space, local com oportunidades trabalho e conteúdos sobre carreira, e muito mais. Cansou? Calma, o Espaço Relax contará com puffes e redes para recarregar as energias.

“A Jobland, feita pela Vagas, será a primeira feira com foco em carreiras dentro do evento, são mais de 300m² distribuídos para oferecermos oportunidades tanto para profissionais que queiram encontrar a vaga perfeita, quanto para empresas e startups que queiram divulgar as suas vagas para um público conectado. Além disso, teremos um espaço para networking, descanso e um palco com games e stand up comedy falando sobre trabalho e carreira. Esse é um trabalho que irá além dos 3 dias de evento, queremos continuamente apoiar que empresas escolham melhor as pessoas e pessoas escolham melhor as empresas. E todo mundo que passar pela Jobland fará parte disso”, comenta Isabela Serpa, Especialista em Marketing na Vagas.com.

Além de três dias de imersão nos assuntos mais atuais e relevantes do universo de marketing, vendas e tecnologia com 150 palestrantes nacionais e internacionais, em  180 horas de conteúdo, agora você terá a oportunidade de sair com o emprego dos sonhos. Vai perder essa? Confira a programação completa aqui!

 

Mais vagas em tecnologia em SC

Para quem sonha em fazer carreira em tecnologia – um dos setores que mais cresce no mundo – a Unifique, Telecom sediada em Timbó, está com 45 vagas abertas para trabalhar em oito cidades catarinenses: Timbó (32 vagas), Itajaí (3), Joinville (3), São José (2), Brusque (1), Jaraguá do Sul (1), Balneário Camboriú (2) e Joaçaba (1). As vagas são para as áreas de Assistente de Suporte Técnico (20 vagas), Analista de Suporte Técnico Nível 3 (1), Analista de Suporte e Monitoramento (4), Consultor Comercial (4), Instalador de Equipamento de Internet (3), Auxiliar de Limpeza (1), Assistente de Agendamento (1), Técnico de Rede (1), Assistente Comercial (1), Analista de Inteligência de Mercado (1), Coordenador Comercial (1), Assistente de Crédito e Cobrança (2) e Estágio (5). Para se candidatar, basta se cadastrar por meio de formulário disponível na seção Trabalhe Conosco no portal Unifique. Todas as vagas abertas podem ser ocupadas por Pessoas Com Deficiência (PCDs).

Quem também está contratando é a Divisão de Agricultura da Hexagon, multinacional do meio da tecnologia agrícola. Com o foco em promover a transformação digital na agricultura, a multinacional busca oito profissionais, na área de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) em Florianópolis.

 

Trilhas do Sebrae/SC

Desenvolva suas competências de forma eficiente e descomplicada com as Trilhas de Aprendizagem do Sebrae/SC. São mais de 20 trilhas disponíveis e cada uma delas traz diversos formatos de conteúdo para deixar o momento da capacitação mais atrativo e dinâmico. Entre os destaques: Marketing e vendas, formação de preço de venda, planejamento financeiro, plano de negócios e até como criar a sua startup do zero! Com modalidade on-line e presencial, está aí mais uma ótima oportunidade para aprender e crescer. Confira aqui as Trilhas que o Sebrae/SC oferece.

 

Avanços na mensuração multimídia

A Federação Mundial de Anunciantes – WFA realizou, em Nova Iorque, no final de setembro, duas reuniões para definir critérios válidos de mensuração crossmedia em termos globais  – isto é, como mensurar a combinação de publicidade veiculada na TV, nas mídias digitais, impressas, rádio e out-off-home.

O GT conta com alguns dos principais anunciantes do mundo, como Unilever e Mastercard, mais  o suporte de entidades de clientes dos Estados Unidos, UK, França, Alemanha e Canadá, além de mídias como Google, Facebook, RTL (Alemanha) e NBC Universal, com o suporte da MRC (que acabou de definir padrões de mensuração crossmedia).

O trabalho será longo e árduo, já adiantou o CEO da WFA, Stephan Loerke, que apontou os quatro princípios pelos quais o GT irá trabalhar: privacidade, infraestrutura, padrões de comparabilidade e governança.

Por outro lado, a entidade das agências americanas, a 4As fez uma sessão pública para debater justamente esses critérios de mensuração. No caso das agências americanas, os cinco pontos prioritários são o alcance não duplicado, a moeda (currency), curto prazo versus longo prazo, os “walled gardens”, os padrões gráficos utilizados e critérios de atribuição.

Como se observa, a abordagem da WFA é mais conceitual e a da 4As mais prática. Qual a sua aposta?

 

Para quem abre caminhos.

Dias 22 e 23 de novembro, a Expert Talks Floripa reunirá pela primeira vez em Santa Catarina grandes nomes para palestras históricas e inovadoras sobre empreendedorismo, economia, política e muito mais. São esperados mais de 30mil participantes, 200 palestrantes, 60horas de conteúdo, 160 empresas expositoras, 40.000m² de área do evento, além de COE Center, Restaurantes e Praças temáticas. Serão 2 dias para você ampliar ao máximo a sua visão sobre o mercado. Para saber mais sobre o Expert Talks Floripa acesse aqui!

 

Santa Catarina possui a maior a densidade de startups da região Sul

O polo de inovação e economia criativa de Santa Catarina mais uma vez ganha destaque: segundo dados do estudo Distrito Santa Catarina Tech Report, lançado na última quinta-feira  (24), o Estado tem a maior quantidade de startups operantes para cada 100 mil habitantes, com 7,4, enquanto os vizinhos da região Sul possuem 4,4 (Paraná) e 3,7 (Rio Grande do Sul). No total, foram mapeadas 510 startups, das quais aproximadamente 60% surgiram nos últimos cinco anos. O estudo foi produzido Pela Distrito Data Miner em parceria com a Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE), a KPMG e o Sebrae/SC.

Segundo o estudo, a maturidade do ecossistema de inovação de Santa Catarina é reflexo das inúmeras iniciativas que correm nesta direção. São 25 incubadoras, 14 polos de tecnologia e três aceleradoras, que fomentam o ecossistema no Estado. ”A atuação de players como a ACATE e o Sebrae/SC, com o Startup SC, na manutenção destas iniciativas tem sido fundamental para concretizar o nosso ecossistema”, afirma Daniel Leipnitz, presidente da ACATE.

O Estado se destaca na região Sul pela maturidade das empresas e pela relevância que algumas delas alcançaram, como Peixe Urbano, Conta Azul, Resultados Digitais e Neoway, que concentram 24% dos colaboradores de startups do Estado.Elas são consideradas como fortes candidatas a serem os próximos unicórnios do país.

 

Hackathon: benefícios para sua empresa

Pensamento rápido e desenvolvimento ágil, esta é a filosofia que vem conquistando, cada vez mais espaço, na rotina das empresas, ampliando a capacidade de comunicação entre as equipes e o poder de inovação com custo reduzido. Em geral, hackathons são maratonas tecnológicas que despertam o lado competitivo de seus participantes, envolvendo recompensas para as equipes vencedoras e novos produtos para os negócios. Este tipo de desafio também é uma ótima forma de atrair e converter clientes, neste caso, muitas empresas denominam a ação de gamificação. E aí, já pensou como inovar obtendo insigths da própria equipe ou de potenciais consumidores através de “jogos”? Se ainda não pensou, chegou a hora!

 

Tecnologia para hotelaria

Cada dia que passa, cresce o uso de tecnologia na hotelaria como forma de reduzir custos operacionais, maximizar os serviços prestados, encantar e oferecer experiências memoráveis aos hóspedes. Isso não é mais tendência, é uma necessidade de vital importância para o hotel ser competitivo. Com isso, cada vez mais cresce as tecnologias para atender as exigências dos novos consumidores que necessitam de conforto, comodidade e segurança. Diante da necessidade de um amplo debate desse tema, a Revista Hotéis estará promovendo no dia 29 de novembro, no Club Homs, na Av. Paulista, 735 o Fórum Tecnologia na Hotelaria. O objetivo é colocar frente a frente gestores de T.I´s e compras dos hotéis, com fornecedores para networking, atualização e criarem sinergias para futuras parcerias. Confira a programação completa do Fórum Tecnologia na Hotelaria.

 

Empresas catarinenses de TI estão entre as melhores para se trabalhar no Brasil

O Instituto Great Place to Work (GPTW) divulgou recentemente o ranking das melhores empresas de tecnologia para trabalhar no Brasil. Foram 399 empresas inscritas, que são avaliadas segundo critérios de ambiente de trabalho, clima organizacional e práticas de gestão de pessoas, dentro das categorias pequena, média e grande empresa.

Nesta edição, foram premiadas 110 organizações, sendo 20 de porte grande, 70 médias e 20 pequenas. As catarinenses Involves, que desenvolve soluções para gestão de trade marketing, ficou em 5º lugar na categoria de médias empresas, e a Cheesecake Labs, que desenvolve aplicativos web e mobile, foi eleita como a 8ª melhor na categoria de pequenas empresas.

Outras empresas de tecnologia sediadas em Santa Catarina entraram pela primeira vez no ranking das melhores para trabalhar. É o caso da HostGator, multinacional de hospedagem de sites e serviços para presença online, que possuía o selo GPTW desde 2017 e, neste ano, chegou à lista de destaques. Confira o ranking completo no site da GPTW. Capacite-se, pois há inúmeras vagas em tecnologia!

 

Mídia certificada

A Federação Internacional dos Institutos Verificadores de Comunicação, IFABC, está lançando a Lista de Mídia Certificada, a primeira de alcance global, com mais de 14.750 marcas de mídia auditadas de 19 países membros da IFABC em todo o mundo. A entidade é presidida por Pedro Silva, presidente executivo do IVC, que tem estudos credenciados pelo CENP. Confira aqui a lista da IFABC disponível para download.

 

LGPD e a gestão de documentos físicos

A LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) visa proteger tanto os dados mantidos em meios físicos quanto em digitais, o que significa que a forma como esses dados são coletados, armazenados e tratados em documentos físicos também devem seguir os requisitos exigidos pela legislação. A lei estabelece que as empresas devem coletar e armazenar, seja em meio físico ou digital, somente os dados necessários aos serviços prestados. Devem permitir que esses dados sejam corrigidos pelos seus titulares e também devem excluir esses dados ao final do seu ciclo de vida.

Além das multas, que podem chegar a R$ 50 milhões ou 2% do faturamento total da empresa, o Congresso Nacional derrubou três vetos da Presidência que previam punições severas para quem descumpre a LGPD. A decisão dos parlamentares retomou duas punições: a suspensão total ou parcial do banco de dados e até mesmo da própria atividade empresarial que dependa do tratamento das informações, aplicadas em caso de reincidência.

Para dar mais segurança às empresas e evitar grandes prejuízos, empresas estão se especializando em BPO (Business Process Outsourcing) para gestão documental. Fundada em 2004 na Califórnia, a Access é a segunda maior empresa do mundo em gestão de documentos e informações. No Brasil desde 2015, a empresa entende a necessidade do cliente e planeja um gerenciamento inteligente da informação com avançadas tecnologias. Aí está uma ótima opção para se adequar à LGPD, contar com uma empresa parceira para garantir a conformidade e a gestão de documentos físicos e, claro, também os digitais, avaliando cada um dos requisitos e também as normas específicas de cada setor. Mais informações em www.accesscorp.com.br

 

WhatsApp na ABNT

As informações circulam tanto pelo WhatsApp que até a ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas oficializou a forma de fazer referência as mensagens do aplicativo em trabalhos acadêmicos.

A aplicação da regra sobre mensagem de Whatsapp ou outros meios eletrônicos segue o item 7.20 da ABNT NBR 6023, que orienta sobre os elementos essenciais e complementares para referências de “bases de dados, listas de discussão, programas de computador, redes sociais, mensagens eletrônicas, entre outros.” Na última versão da NBR 6023 (2018), a ABNT expandiu suas diretrizes para as mídias modernas.

Definitivamente, o WhatsApp revolucionou muito a forma de comunicação e informação no Brasil. Saber utilizá-lo de forma assertiva para informar, mobilizar, fidelizar e se relacionar com o seu público-alvo é fundamental. Quer receber dicas de Comunicação do JP? Clique no link http://bit.ly/WhatsdoJP

 

YouTube é uma das redes mais usadas pelos brasileiros e a que tem os anúncios mais odiados

A plataforma de vídeos divide com o Facebook o primeiro lugar entre as redes sociais mais populares entre os internautas, mas o canal fundado por Mark Zuckerberg ganha quando o assunto é a receptividade dos anúncios

Essa foi uma das descobertas do último estudo sobre mídias sociais, realizado pelo Instituto QualiBest por meio de uma pesquisa quantitativa online realizada com 1.943 usuários e por chatbot, com 86 entrevistados.

Segundo o estudo sobre redes sociais de 2016, antes acessado por 82% dos usuários,  o YouTube hoje é usado por 93% dos usuários. Além disso, este é o canal preferido de 23% dos internautas brasileiros – destes, 52% dizem atraídos pela rede social devido sua capacidade de mantê-los informados e atualizados.

O canal empata tecnicamente com o Facebook quando o assunto é o posto de rede social mais popular entre os usuários. Usada por 92% dos usuários, a mídia fundada por Mark Zuckerberg ocupa, em média, 3 horas e 42 minutos do dia dos internautas, além de ser o canal preferido de 35% dos usuários.

O Instagram, que aparece em terceiro lugar entre as redes sociais mais usadas foi outro canal que cresceu consideravelmente. Antes acessada por 59% dos usuários, hoje 83% dos brasileiros estão fazendo acesso e é rede a preferida de 36% dos usuários. E se engana quem pensa que o Instagram atrai apenas pelo visual: enquanto apenas 16% dos usuários dizem preferir este canal por gostar de ver e postar fotos, 24% dizem usar esta plataforma para encontrar informações de seu interesse e se manter atualizados e informados.

Maioria dos usuários segue perfis de empresas e marcas de produtos

 Segundo a pesquisa, 89% dos usuários seguem perfis de marcas no Instagram – entre as pessoas de 20 a 29 anos, esse número sobe para 97%. Além disso, 88% dos usuários aceitam ser seguidos por marcas e pessoas que querem divulgar seu trabalho ou serviço. No Facebook, esses números são menores, mas ainda chamam a atenção: 80% dos usuários seguem perfis de empresas e marcas, e 78% aceitam ser seguidos por empresas.

“Esses números mostram que vale a pena divulgar a marca nas mídias sociais, especialmente se contar com o uso de artistas, pessoas públicas e famosas, uma vez que a maioria dos entrevistados, especialmente no Instagram seguem perfis de celebridades. Além disso, o estudo mostrou que, para parte dos entrevistados, as propagandas nas redes sociais são uma forma de se manterem atualizados”, avalia a Diretora Geral do Instituto QualiBest, Daniela Daud Malouf.

Segundo o estudo, 39% concordam que as propagandas nas mídias sociais são uma forma de se manter atualizado sobre tendências ou lançamentos. Além disso, 62% dos entrevistados já compraram a partir de redes sociais. No caso do Facebook, por exemplo, 43% dos usuários consideram que os anúncios são interessantes.

As propagandas mais indesejadas, de acordo com a pesquisa, estão no YouTube, especialmente as que ficam no meio do vídeo – 74% dos entrevistados dizem odiar os anúncios da plataforma de vídeos do Google.

Para cada rede social, um uso diferente

 De acordo com o estudo do QualiBest, os usuários do Facebook são mais criteriosos para aceitar solicitações de amizade. Enquanto no Instagram cerca de 70% dos entrevistados aceitam ser seguidos por desconhecidos, no Facebook, menos da metade (42%) aceitam pedidos de amizade de desconhecidos.

“A etapa qualitativa do estudo mostrou que os seguidores têm uma percepção diferente para cada rede social. Enquanto o Facebook é mais democrático, o Instagram é tido como algo mais ‘glamuroso’, com fotos que privilegiam o belo, algo mais relacionado a status. O Facebook é mais destacado por funcionalidades exclusivas, como os grupos”, explica Daniela.

Ainda assim, o estudo mostrou pouca variação quando o assunto é conteúdo. Publicações de amigos e familiares, por exemplo, foram citados por 80% dos que usam Instagram e por 83% dos usuários do Facebook. Em segundo e terceiro lugar, em ambos os canais, aparecem, respectivamente, informações de assuntos interessantes e páginas de humor.

Quando o tema é engajamento, no entanto, o Facebook sai na frente, seja no número de reações, compartilhamentos, comentários ou publicações.

Para 67% dos entrevistados, o YouTube é onde se tem mais diversão. Ao contrário do Facebook, no entanto, o YouTube é a rede que tem menos participação ativa dos usuários na forma de reações, compartilhamentos, comentários e postagens.

Dados da pesquisa

  • Metodologia: Pesquisa quantitativa online realizada com 1.943 usuários e por chatbot realizada com 86 entrevistados
  • Perfil demográfico dos entrevistados
    • Homens (45%)
    • Mulheres (55%)
    • 28% com faixa etária entre 20 a 29 anos
    • 22% com faixa etária entre 30 e 39 anos
    • Distribuição por classe social: A (7%), B (32%), C (52%) e D/E (9%)
  • Margem de erro: 2,3 pontos percentuais

Sobre o Instituto QualiBest

Fundado em 2000, o Instituto QualiBest é pioneiro no segmento de pesquisa digital no Brasil e realiza, por meio do painel com 250 mil cadastrados e outras diversas fontes de dados, estudos qualitativos e quantitativos com técnicas inovadoras e tecnologia de ponta. Com uma equipe multidisciplinar, a empresa já desenvolveu mais de 5 mil estudos, atendendo a mais de 400 clientes em diferentes setores. Para saber mais, acesse: www.institutoqualibest.com.br.

Fotos: Google, freepick, divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *