Baleia Franca a protagonista da caça ao turismo de observação!

Baleia Franca é mais uma vez a protagonista

Considerada como uma das maiores espécies de Misticetos, a Baleia Franca apresenta faixa de comprimento entre 14-18 metros, e pode pesar até 80 toneladas. Seu corpo é predominantemente preto, com algumas manchas brancas no ventre, além de calosidades brancas e cinzas no topo de sua cabeça, as quais são formadas pelo espessamento natural da pele e permitem o fácil reconhecimento das espécies. As calosidades podem apresentar pelos, e geralmente abrigam crustáceos ciamídeos, vulgarmente conhecidos como “piolhos de baleia”, que alteram a coloração das calosidades, tornando-as amareladas. Estes crustáceos colonizam os filhotes de Baleia Franca logo após o seu nascimento e permanecem nestes indivíduos por toda a sua vida, sem causar nenhum dano aparente. estas e outras informações sobre a Baleia Franca você encontra no site da Info Escola e o trabalho foi elaborado pela Mestre em ciências Biológicas e graduada em Biologia  Joice Silva de Souza em 2016.

Alimentação

As Baleias Franca apresentam dois orifícios respiratórios responsáveis pelo seu esguicho em forma de V, e uma mandíbula arqueada, adaptada para as mais de 500 “barbatanas bucais”, que auxiliam na filtração de alimento. Estas estruturas podem medir até cerca de 2 metros de comprimento, formando uma cortina gigante dentro da boca, e chegam a reter 2 toneladas de krill e outros pequenos crustáceos por dia. Entretanto, ao contrário da maioria dos Misticetos, a Baleia Franca não apresenta sulcos na garganta, responsáveis por auxiliar na alimentação dos cetáceos. Desta forma, estes animais desenvolveram outra estratégia para se alimentar, nadando com a boca aberta através de manchas de zooplâncton.

Reprodução

As Baleias Franca atingem a maturidade sexual entre 5-10 anos de idade, e suas gestações duram por volta de 12 meses. Após o nascimento, os filhotes são alimentados pela fêmea através de fendas mamárias, estrutura ausente nos machos. A cópula destes animais parece ser poliândrica, ou seja, com diversos machos, os quais rolam aleatoriamente na água mostrando as nadadeiras, parte da barriga e da cabeça, como forma de cortejar as fêmeas. O início da temporada reprodutiva se dá quando estes cetáceos migram para águas costeiras e mais quentes durante o inverno, onde as fêmeas criam seus filhotes em baías e áreas rasas, a fim de protegê-los contra predadores como tubarões e orcas. Com o fim da temporada, estes cetáceos retornam para as regiões subpolares no verão, em busca de águas mais frias e produtivas. Durante estas migrações, as Baleias Franca costumam ser avistadas em pares, podendo formar grupos de até 12 indivíduos. É possível que estas baleias nadem em grupos maiores, porém indevidamente contabilizados, devido à dispersão dos indivíduos que se comunicariam através de sons de baixa frequência. Além disso, o comportamento sociável da Baleia Franca pode ser destacado, visto que esta espécie nada em conjunto com outros cetáceos.

A Baleia e o Turismo

Baleia Franca-Falando de Turismo Baleia Franca-Falando de Turismo Baleia Franca-Falando de Turismo Baleia Franca-Falando de Turismo

No passado muitas famílias dependiam da caça da baleia, levando a espécie a quase extinção, mas com as ações realizadas ao longo dos anos por ambientalistas e institutos de proteção a Fauna e a Flora este quadro está mudando.  A grande quantidade da espécie que migra para o litoral brasileiro entre os meses de agosto a novembro virou um pouco o jogo. Não precisa matar as baleias para sobreviver, ela é hoje a fonte de emprego e renda para milhares de pessoas através do turismo de observação que cada vez mais atrai visitantes de todas as partes do país e do exterior.

 

Mar de Rosas, Mar de Lixo

Baleia Morta Falando de TurismoCentenas de Baleias morrem a cada ano pelas mãos do homem, a mesma mão que jogava o arpão, hoje joga o saco plástico, o canudinho, a garrafa pete entre outros projéteis mortais que atingem a fauna marinha como um todo e principalmente as Baleias.

 

Olhos Abertos para o Turismo

A formalização da portaria que regula o turismo de observação de Baleias, assinada no último dia 18, define normas e procedimentos para o cadastramento e autorização do turismo embarcado de observação da espécie nas areas de proteção ambiental do litoral de Santa Catarina. A portaria trata única e exclusivamente dos interesses do negócio, abrindo os olhos para o turismo, mas fechando os olhos para o principal atrativo que é a Baleia. Na nossa opinião, a formalização é positiva e necessária, porém, se não existirem projetos associados de Saneamento nos municípios, limpeza das nossas praias e a participação dos que hoje exploram este mercado turístico em ações efetivas e voltadas a preservação.

Olhos abertos para com as Baleias

Uma coisa é certa, a Protagonista é a Baleia, o homem mais uma vez vai explorar a sua existência, nada mais justo que se faça algo para elas e para as gerações futuras.

Portaria

Os ministérios do Turismo e do Meio Ambiente formalizaram, nesta terça-feira (18), portaria que regula o turismo de observação de baleias. O documento define normas de procedimento para cadastramento e autorização do turismo embarcado de observação da Baleia Franca em área de proteção ambiental no litoral de Santa Catarina. A assinatura reuniu, no gabinete do ministério do Turismo, a presidente da Embratur, Teté Bezerra, o ministros do Meio Ambiente, Edson Duarte e do Turismo, Vinicius Lummertz, além do futuro comandante da pasta, Marcelo Álvaro Antônio, indicado pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Segundo a presidente da Embratur, Teté Bezerra, a portaria estabelece as regras para o desenvolvimento de forma sustentável da atividade que tem grande potencial de retorno econômico. “A observação embarcada de baleias é um produto turístico internacional com potencial significativo para atrair turistas internacionais para nossos destinos. Aproveitar a capacidade do Brasil neste nicho, de forma sustentável, é muito importante para a economia dos municípios envolvidos”, afirma. Teté destaca ainda a necessidade de mais investimentos em promoção do potencial brasileiro para este e outros segmentos da atividade no exterior.

Assinatura da Portaria-Falando de turismo

O ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, considera a iniciativa importante para valorizar os recursos naturais brasileiros e fazer com que o turismo auxilie na conservação do Meio Ambiente. “Este ano instituímos o Dia da Baleia Franca e tivemos o número recorde de 240 baleias identificadas. Um sinal da preservação e da reprodução da espécie”, disse Duarte. O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, considera a regulamentação um passo para qualificar a atividade turística na região. “O estado tem grande potencial para o turismo de observação embarcada das baleias. A regulamentação vai trazer mais segurança”, garantiu.

Participaram também da assinatura, o presidente do Instituto Chico Mendes – ICMBio, Paulo Henrique Carneiro, o senador Dalírio Beber e o deputado federal Edinho Bez.

Foto de Capa: Infoescola-Fotos internas- Baleia Franca

Pesquisa : Info EscolaIBF, Opinião: Carlos Tr-Falando de Turismo

 

Mais Notícias

Museu do Amanhã RJ– 3 anos de existência

Ilha de São Francisco Abençoada por Deus e Bonita por Natureza

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *