Hospedagem é a parte principal de uma viagem - Falando de Turismo

Hospedagem é a parte principal de uma viagem

Kurotel - Turismo on line

TURISTAS E HOSPEDAGEM

Hospedagem é a parte principal de uma viagem

Sabe aqueles hotéis/pousadas/resorts que você vai e quando retorna se arrepende? Pois é, segundo levantamento do Booking.com, 69% dos viajantes a hospedagem é a parte principal de sua viagem. O levantamento foi feito nas cinco regiões do país, das classes A, B e C. Infelizmente grande parte desses meios de hospedagens não reinvestem na revitalização. É chuveiro que não funciona, é internet “meia boca”, gastronomia em decadência e, preços extremamente majorados, principalmente em datas especiais, explorando o turista e não o turismo. Uma curiosidade é que 73% dos hóspedes vê como essencial em sua acomodação toalhas e lençóis confortáveis e principalmente sem cheiro de mofo. Isso destrói qualquer possibilidade de retorno.

 

Kurotel - Falando de Turismo

 

O melhor exemplo disso é o Kurotel Spa em Gramado, na fantástica Serra Gaúcha. Simplesmente um modo de vida. Busca auxiliar as pessoas a viverem de forma saudável, por mais tempo e com mais alegria, através de alimentação saudável, prática de exercícios físicos, equilíbrio emocional, hidroterapia e fitoterapia, seus principais pilares. Se você estiver interessado em programas de saúde, longevidade, estilo de vida saudável, bem-estar ou emagrecimento, permita-se desfrutar de uma experiência no Kurotel – Centro Médico de Longevidade e Spa – que  busca constantemente atualizar-se das últimas novidades da sua área para poder oferecer a seus clientes tratamentos de qualidade, completos e com alta tecnologia.

Além disso, inauguraram em março uma novo ala extremamente moderna.  Trata-se da Ala Contemporânea do Kurotel. Um espaço moderno que conta com 20 novos apartamentos, passando a somar à oferta de hospedagem já disponível. São 36 anos de uma história de saúde, bons hábitos e bem-estar, onde o Kurotel já recebeu incontáveis prêmios.

TURISMO E O SETOR DE ENTRETENIMENTO 

Rogério Siqueira, CEO do Beto Carrero World abordou o tema, a partir da experiência do parque temático. De acordo com Siqueira, é importante destacar sempre as potencialidades que o produto oferece e o sonho que o mesmo pode despertar no cliente. “Isso só é possível a partir de alguns valores como segurança, infraestrutura e um modelo de gestão eficiente, a partir de uma cultura implementada tendo os princípios como o de dar e ser exemplo de equipe”. “As crises são solucionadas por pessoas bem capacitadas. Lembro que a indústria do turismo faz a diferença e basta ver os resultados em países como Espanha, Portugal e tantos outros. Mas é necessário que haja um trabalho de união de todos e uma percepção das autoridades e empresários sobre o potencial do nosso setor”.

De acordo com Adriana Moreira, editora de Turismo do Estadão, a Influência da Comunicação no Mercado de Viagen 85% das pessoas usam o smartphone para retratar suas viagens. “Isso mostra como o turista é um influenciador. Mas com tudo isso temos que estar preparados para adotar novas linguagens para uso de ferramentas adequadas como o Instagram e outras ferramentas. Não basta ter conteúdo mas é preciso apresenta-lo de maneira atraente”, destacou.

DESTINO IGUASSU

Antes do final do ano o Destino Iguassu já contabiliza números superiores aos registrados em 2017. A movimentação turística na cidade é impulsionada, em boa parte, pelos eventos realizados em Foz do Iguaçu. O Visit Iguassu captou e está apoiando 86 eventos que acontecem na região trinacional este ano, 25% a mais do que em 2017, quando foram realizados 69 eventos. No ano passado, a cidade recebeu 41.588 participantes de eventos. Neste ano, a estimativa é que 45.120 pessoas participem de congressos, feiras e convenções. Juntas, elas irão injetar mais de R$ 75 milhões na economia, movimentando de forma expressiva todos os setores direta ou indiretamente ligados ao turismo.

Uma pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo com 35.550 pessoas que visitaram o Brasil ano passado registra que 88% dos turistas entrevistados ficaram satisfeitos com a visita ao país e que 95% deles tem intenção de voltar. Especificamente sobre Foz do Iguaçu, a pesquisa aponta o destino como o terceiro mais visitado pelos viajantes que procuram lazer, e a hospitalidade dos moradores da região foi avaliada positivamente por 99,2% dos entrevistados. O mercado demonstra que o turista, principalmente o internacional, busca uma vivência com a comunidade local, seja por meio da gastronomia típica ou por passeios culturais que o introduzem na realidade daquela região, caracterizando assim o ‘turismo de experiência’.

INFLUENCIADORES DIGITAIS

Uma coisa é ser profissional de turismo, que entende e conhece o trade de turismo e todo o seu funcionamento. Já o “influenciador digital” adora ditar modas e, em sua gigantesca maioria o destaque maior é para eles mesmos, os “influenciadores”. Segundo pesquisa revelada no World Travel Market (WTM) de Londres, os dito cujos têm pouco impacto nas opções de férias do público britânico. Na pesquisa anual da mostra, quase oito de cada dez (78%) disseram não olhar para os influenciadores digitais quando reservam férias, e outros 8% disseram que pesquisaram influenciadores digitais, mas sua opinião não teve papel importante ao reservar um feriado.

Os profissionais tradicionais de viagens têm começado a criticar o uso das mídias sociais nas viagens, alegando, com razão, que os usuários costumam editar os elementos “feios” de uma viagem. Em um artigo no The Independent, a escritora Helen Coffey explicou que os aspectos feios, desconfortáveis ou simplesmente chatos da viagem – e da vida – são editados. “Relatar viagens obviamente pode ser uma experiência muito visual e os Youtubers e Instagrammers mais populares obviamente têm dezenas de milhares de seguidores, suas opiniões ainda não parecem estar sendo filtradas para reservas de férias. Nossa pesquisa parece mostrar que os influenciadores ainda não são tão influentes no mundo das viagens quanto pensamos”, declarou o porta-voz da WTM Londres, Paul Nelson.

SERRA CATARINENSE

A belíssima Serra Catarinense, ausente ha longos anos das feiras de turismo, desta vez se fez presente. Do Turismo Rural a Maçã de São Joaquim, sem esquecer a Região de Urubici e Bom Jardim da Serra. É a iniciativa privada tomando novo fôlego, abrindo os olhos para a industria mais pujante do mundo que é o turismo. 

FERIADÃO NA SERRA CATARINENSE

Vem aí mais um super feriadão prolongado. O da Proclamação da República. Para os paulistas será maior ainda, de quinta a terça-feira. Já fez a tua reserva. O Hotel Fazenda Boqueirão ícone do turismo rural nacional, em lages-SC, já está com 90% de lotação. Não deixe para última hora. Vale lembrar que durante a semana (fora nos feriados), o desconto é de 50% nas diárias. Pensão completa.

Mais Notícias

abih-sc-lanca-encatho-exprotel-2019

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *